* Desde que o Oscar “inchou” a categoria de Melhor Filme com a indicação de até 10 filme ficou bem mais difícil de assistir todos a tempo. Ainda mais se também levarmos em consideração a categoria de Melhor Filme Estrangeiro e os Documentários, Muitos estreiam apenas na semana do Oscar ou mesmo após a cerimonia. Sempre rola a já famosa “Maratona do Oscar” e este ano não foi diferente.

* Depois de #OscarSoWhite, do erro grotesco na entrega do melhor filme em 2017, esta foi uma cerimônia, digamos, protocolar, previsível e sem surpresas, mas era tudo que a Academia realmente queria! Não foi uma noite de surpresas, muito pelo contrário, os Oscar foram bem distribuídos entre os favoritos e, de fato, melhores candidatos. O grande vencedor foi realmente o ótimo “A Forma da Agua”. O roteiro original para Jordan Peele por “Corra” foi o que podemos creditar como uma mini surpresa. Injustiças? Eu particularmente acho “This Is Me” (O Rei do Show) muito mais música do que “Remember Me” (Viva!), mas não pode ser considerada uma “injustiça”. O momento da noite foi quando a vencedora do Oscar de Melhor Atriz, Frances Mcdormand, pede a todas as mulheres para ficarem de pé.

* O apresentador Jimmy Kimmel não é nenhum Bob Hope (18 vezes Host do Oscar), Billy Cristal, Steve Martin ou Whoopie Goldberg, mas está longe de ser o fiasco Seth MacFarlane e muuuuito longe da língua ferina e incontrolável de Ricky Gervais, este não no Oscar, mas no Globo de Ouro. Jimmy Kimmel, no geral, foi muito bem, dosou bem a comédia, piadas internas, criticas sociais e orquestrou a saída surpresa a um cinema ao lado do teatro. Ponto para ele no seu segundo ano consecutivo.

* Uma noite de looks horríveis no Red Carpet ! Emily Blunt, Jennifer Lawrence, Salma Hayek, Nicole Kidman, Sandra Bullock e até a musa Gal Gadot! Todas com escolhas muito ruins. Destaque para elegância e simplicidade de Meryl Streep, Laura Dern, Mary J. Blige e Zendaya.

Share This
Leia o post anterior:
Jurassic Park – Ontem e Hoje

Fechar