Resultado de imagem para dumbo circus cast 2018

Holt Farrier é uma ex-estrela de circo que retorna da guerra e encontra seu mundo virado de cabeça para baixo. O circo em que trabalhava está passando por grandes dificuldades, e ele fica encarregado de cuidar de um elefante recém-nascido, cujas orelhas gigantes fazem dele motivo de piada. No entanto, os filhos de Holt descobrem que o pequeno elefante é capaz de uma façanha enorme: voar. [SINOPSE]

“Dumbo” é um filme muito muito importante tanto para a Disney (como um todo) quanto para a própria historia da animação em si, e verdade seja dita, esse respeito o sempre teve, desde sempre alçado a condição de clássico. Acontece que, feito a quase 80 anos (1941), perdeu muito em recursos para cativar as novas gerações. Se cada geração tem 20 anos, pode-se dizer que Dumbo deixou de encantar plenamente pelo menos as duas ultimas. E para completar não há qualquer outra referência ao personagem nesses (quase) 80 anos de vida, apenas o filme original. Pesquise no IMDb e verá que terá apenas uma única resposta.

Todo esse distanciamento acima citado fez que o hype do filme, mais um da leva de live-action da Disney, fosse bem baixo, principalmente sucedendo “A Bela e a Fera” e precedendo “Alladin” e “O Rei Leão”. Uma baita “sinuca de bico”. Eu mesmo confesso que NEM o trailer havia visto. Daí o filme estréia de leio criticas mornas sobre o filme. Nao eram ruins, mas longe de encantar. Pensei “o gato subiu no telhado”. Depois então meus filhos (os três, de 13, 11 e 9 anos) vão ao cinema e não ouço um sonoro “adoooooorei” como é de costume. Desta vez não apenas pensei mas falei “xiiiiii…. deu ruim“.

Eis que, despretensiosamente passando pelo cinema, decido meio que por falta de opção enfim ver o filme. Surprise Surprise! Clap clap clap… o filme é excelente. Os críticos são mesmo uns chatos! Devem ter ido em comportamento de manada. A critica é que Tim Burton não foi tão gótico, tao assustador, tao criativo como costuma ser. Só faltaram clamar pela presença de Jonnhy Depp. Ué, eles queriam apenas mais do mesmo? Eu nao! Ele fez um Dumbo lúdico, encantador, com forte foco no circo, num novo tipo de circo, na trupe, deu personalidade a cada um dos integrantes. Eva Green, Danny de Vito (muito bom revê-lo), Michael Keaton e até Colin Farell estão muito bem nos seus papeis. O espirito do filme me lembrou muito “Edward Mãos de Tesoura”, algo de fantasia, romântico.

Sim, nem todos as transposições de clássicos da animação para “live action” vão funcionar. Temo muito por “Alladin” e “O Rei Leão” e torço muito para estar redondamente enganado, porém, enfim, já aconteceram erros e provavelmente irão acontecer outros, mas não com Dumbo!

https://

 

 

Share This
Leia o post anterior:
Screenshot_5
Últimos dias de inscrições para a III Mostra Sesc de Cinema

Últimos dias de inscrições para a III Mostra Sesc de Cinema Iniciativa incentiva e valoriza a produção cinematográfica no país...

Fechar