Oi Papai Noel,

Antes de fazer o meu pedido para este Natal, gostaria de lhe dar um feedback sobre os últimos anos. Relutei muito em fazer isso, mas acho realmente que é necessário, diante da sua notória dificuldade em entender as minhas cartas anteriores. Não gosto de deixar nada sem esclarecer, portanto quero registrar os meus infortúnios, causados pela sua pessoa.

Quando escrevi pedindo um homem, responsável, bem sucedido, com residência própria, plano de saúde e que fosse um rapaz de família, não era para ter me enviado um homem CASADO… ao me referir à família, pensava nos pais, irmãos e avós e não em esposa e filhos.

Quando escrevi dizendo que desejava um homem sensível, cuidadoso, que me acompanhasse quando eu fosse ao shopping, ao salão de beleza, aos desfiles de moda e me apoiasse na decisão de assinar revistas de fofocas, eu não estava pensando em um GAY… nada contra à opção sexual do moço, mas não gostei de ser usada apenas para ser apresentada aos pais, como se eu fosse um “troféu cala a boca”, enquanto ele ainda não tinha coragem de sair do armário.

Quando escrevi implorando um homem que tivesse cuidado com o meu coração, que não o fizesse doer e sangrar, que as batidas aceleradas fossem só por alegrias e não sustos desagradáveis, que ele tomasse cuidado com a minha frágil saúde emocional, não estava pedindo um vizinho CARDIOLOGISTA com 78 anos de idade, que fica olhando as minhas pernas, com cara de tarado.

Quando escrevi a mais bonita das cartas pedindo um homem caliente, viril, sensual, que tivesse um sorriso enlouquecedor, olhar fulminante, uma pegada de tirar o fôlego e fizesse o melhor sexo do mundo, eu não estava me referindo à um CAFAJESTE… queria que ele fosse só meu. Não era a minha intenção ter que dividi-lo com outras loiras L´oreal claríssimo e várias morenas Garnier Nutrisse.

Eu, sinceramente, não sei onde é que você anda arranjando esses tipinhos. Parece até que o seu dedo é mais podre que o meu. Santa incompetência, Santa Claus! Procure fazer alguns cursos de atualizações, inclusive você nem precisa sair do Pólo Norte para isso, o EAD (ensino a distância) já é uma tendência.

Portanto, só posso tirar as seguintes conclusões disso tudo… ou você está, realmente, muito desatualizado sem a menor condição de continuar trabalhando ou então sente uma forte atração por mim e por isso boicota todos os meus pedidos.

Caso a segunda opção seja verdadeira, desista! Não quero conta com homem casado! Respeito muito a Mamãe Noel e além disso, definitivamente, você não faz meu tipo.

Em vista de tudo isso, esse ano vou mudar a minha solicitação. Ao invés de pedir um homem, quero algo menos complicado e que eu não precise devolver depois de usar por algumas semanas. Assim, vou optar por uma bolsa Chanel. Só peço que preste atenção e que desta vez, não haja nenhuma falha, estamos entendidos? Fique atento para não trazer falsificações, pelo amor de Rudolph!

As mulheres podem até tolerar os homens errados, mas nunca uma bolsa falsa.

Solteira sim, pero sin perder la elegância jamás!

Pela atenção, obrigada.

Confira o especial de Natal do iBahia – Clique aqui

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
Amor platônico

Uma, duas, três, quatro.... perdi as contas de quantas vezes sonhei com você. Adoro a sensação do coração disparando quando...

Fechar