Tenho estado muito atenta!

Acesa como uma vela que não apaga a chama nunca.

Fico ligada em tudo o que está a minha volta e não deixo passar sequer um detalhe.

Sou uma eterna e incansável vigilante…

Tudo isso porque dizem que para se apaixonar é preciso estar distraída, desligada, desatenta e então… o cupido atira a sua flecha e no mesmo momento você está contaminado por uma paixão sem precedentes.

Por isso, não quero me distrair… preciso me distanciar desse cupido sem noção.

Estou de férias do amor, a quem interessar possa.

Chega de coração disparando, noites em claro olhando estrelas, aquele rubor nas faces que estraga qualquer maquiagem, o cartão de crédito estourando com lojas de lingerie, garrafas de vinho e viagens…

E aquele sorriso bôbo no rosto durante o dia inteiro? Aff! Ô coisa que cansa!

Nada de acordar já sorrindo… onde fica o respeito ao meu mau humor matinal?

Estou me afastando desses sentimentos que afetam a minha respiração e o meu senso do ridículo.

Cansei dessa palhaçada: olha-beija-se apaixona-fica feliz-se separa-fica triste-chora… e depois recomeça tudo de novo.

Quem quiser que continue… eu tô fora!

Portanto, Sr.Cupido, mantenha uma distância segura de mim, estamos entendidos?

É isso aí…

Só espero que você não seja tão estúpido a ponto de acreditar em todas essas besteiras que acabo de dizer… estou usando a psicologia reversa, sacou? Não, né? Você é meio lento mesmo.

Enfim… se apresse e acerte essa flecha no lugar certo, querido!

Meu coração está vazio e pronto para amar alguém que queira esse amor.

Agiliza!!!

 

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
Primeiro encontro

Por mais que o mundo tenha evoluído, algumas mulheres ainda ficam tensas no primeiro encontro. Além da escolha da roupa...

Fechar