Texto: Pedro Cordier


De: Ele
Enviada em: Domingo, 4 de agosto de 2013 20:52
Para: Ela
Assunto: Um dia de cada vez…

 

L…

Demorei de responder (adiando, inclusive, nosso último encontro) pois, nunca me
senti tão confuso em toda minha vida…
Não posso negar (nem quero), o quanto você é importante na minha vida.
Todas as vezes que nos separamos, quando trocamos o beijo de despedida, fica um
gostinho de “quero mais”…
Nesses dois anos que estamos juntos, nunca mentimos um para o outro e não vai
ser agora que vai ser diferente.

Você tocou em um ponto fundamental da história: Ficamos com o que há de melhor
no outro! Isso é algo que não pode ser desprezado! Pelo contrário, é algo que deve
ser bastante valorizado e cuidado.

As escolhas fazem parte de nossas vidas. Mais do que isso, nossa própria vida vai
sendo construída de acordo com as escolhas que fazemos a todo instante…

Quando nos esbarramos naquele supermercado, não foi por acaso. Não acredito
em sorte ou coincidência. Acredito em ESCOLHAS. Eu escolhi ser gentil, pedir
desculpas e ajudar você a catar todos aqueles tomates que se espalharam. Você
escolheu sorrir da situação e aceitar a minha ajuda. Nós escolhemos terminar as
compras conversando e trocando dicas de pratos e ingredientes à base de molho
vermelho… 🙂

Dali por diante, fomos nos conhecendo, nos apaixonando e vivendo momentos,
cada dia mais significativos e marcantes em nossas vidas…

Fico feliz que você não tenha dúvidas do meu amor, pois, nunca escondi esse
sentimento que foi tomando conta do meu coração, até transbordar naquele
primeiro “EU TE AMO”, que sussurei em seu ouvido, vendo aquele pôr-do-sol,
maravilhoso, quando te levei pra conhecer Massarandupió. Eu tinha certeza que
você se sentiria à vontade naquele lugar que exala liberdade em cada canto…

E essa última viagem… Ahhhh… Conhecer as lindas praias banhadas pelo Mar
Mediterrâneo em Marseille, as mil fontes de Aix-en-Provence, a arena romana de
Nimes, a comida típica de Nice… São tantas lembranças…

Foram duas semanas maravilhosas, onde pudemos, após 2 anos, conviver um
pouquinho mais a fundo, nos deparando com detalhes que só a rotina pode nos
apresentar, entre elas, simplesmente desmaiar de cansados, juntinhos…

Essa viagem vai ficar, com certeza, marcada, pra sempre, em minha vida!!

Por outro lado, eu tenho uma família, 3 filhos e uma posição social que, pelo menos
por enquanto, não suportaria uma reviravolta desse tipo em minha vida…

A minha filhinha caçula, Laurinha, tem apenas 3 anos e me espera, quase todos
os dias, para ouvir historinhas antes de dormir. Meus filhos Matheus, de 12, e
Rodrigo, de 14, estão passando por uma fase difícil na escola, pois, não estão se
entendendo muito bem com a mãe e eu tenho sido fundamental para ajudar a
minha família a passar por esse momento tão delicado…

Por último, não posso dizer que não gosto da minha esposa. Ela esteve comigo no
começo de tudo e me deu forças pra conquistar tudo que conquistei até aqui. Não a
amo mais, é verdade. Mas, tenho muito carinho e gratidão por tudo que ela fez por
nossa família, inclusive, se sacrificando profissionalmente para cuidar das crianças.
Imagine o quanto ela está sofrendo com essa fase difícil dos meninos?

No meio disso tudo, está a nossa relação. Meu porto seguro, pra onde rumo sem
pensar em mais nada… Quando estou com você, abro um enorme parênteses em
tudo e curto, cada momento que estamos juntos… Não posso, sequer, imaginar
a possibilidade de deixá-la, pois, isso causaria, em mim, uma imensa dor, mas,
também não posso largar a minha família nesse momento.

Nós estamos envolvidos DE VERDADE. Não estou com você pela metade, mas,
inteiro, todas as vezes que nos encontramos.

Eu te amo DE VERDADE. Somos amantes e amigos. Você me dá prazer na cama,
na mesa, no sofá… Em qualquer lugar que estejamos juntos, independente do que
estejamos fazendo, no final, tudo vai ser uma delícia…

Eu não posso te dizer que a nossa situação vai ser resolvida rapidamente. Não
posso te assegurar que estaremos casados na próxima semana, mês ou ano…

Só posso te dizer, mais uma vez, que EU TE AMO. MUITO. E que a sua companhia
me faz o homem mais feliz do mundo… Fora isso, nesse momento, não posso
fazer promessas que eu não venha cumprir e ver o nosso relacionamento, que
foi construído em cima de sinceridade, ruir por causa de ansiedade, insegurança,
desconfiança e demais sentimentos que não gosto, sequer, de escrever a respeito…

Se você quiser, tanto quanto eu, continuar essa relação, vamos continuar vivendo
cada dia, degustando cada momento e nos amando como se não houvesse
amanhã… Não sabemos nada sobre o futuro, mas, se formos escolhendo, em cada
pequenina escolha do dia-a-dia, ficarmos juntos, tudo vai acontecer da melhor
maneira possível, para todos…

Um grande beijo!!

P.

(ele teve medo que esse email pudesse ser o início do fim, mas, nem por um momento,
pensou em mentir, enganar, iludir. Ele acreditava na verdade e nas consequências
que ela traz para a nossa vida…)

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
Hora de decidir

De: Ela Enviada em: Quarta-feira, 14 de agosto de 2013 20:31 Para: Ele Assunto: Hora de decidir   P... Você...

Fechar