Se você quiser pode ler o texto ouvindo:

O texto a seguir é meramente uma inspiração e não baseado em experiências reais.  

 

Ele fala o tempo inteiro de si mesmo e das suas histórias.

É disperso, intenso e solar.

Tem um jeito meio moleque, mas com a responsabilidade de um homem maduro.

É leve e ao mesmo tempo denso.

Ele encanta com uma sedução que não é ensaiada ou planejada.

Tem a cabeça cheia de teorias, paradigmas e conceitos formados.

Faz questão de dizer que não é um homem que demonstra sentimentos. Até se confessa meio frio e desligado.

É sincero e impaciente como cabe aos filhos de saturno.

Ele conta suas manias durante uma garrafa de vinho e mostra a maneira engraçada de reclamar de quase tudo.

Me pergunto o que me atrai em alguém com inúmeros pontos a serem considerados…

Mas quando ele chega perto e me puxa pela cintura… tudo muda e eu tenho a resposta.

O beijo parece que foi feito pra combinar com o meu e cada movimento dos nossos lábios é sincronizado.

O abraço encaixa de uma forma perfeita… é como se fosse o mesmo número, a tampa da panela ou qualquer coisa do gênero.

A pele dele queima a minha e a gente incendeia.

O cara que se diz frio se transforma num homem sensível e entregue. Somos só eu e ele nesse momento e não existe o mundo lá fora, não existem outras pessoas ou outros motivos.

A gente brinca, se olha e concorda que formamos um belo casal… mas não somos. Somos só uma tarde de domingo ou uma noite de quarta-feira. Nada além.

E eu quero alguém que fique, que esteja comigo mais que um dia da semana, que me abrace todas as vezes que eu quiser e não de vez em quando. Eu não quero uma noite apenas.

Ele também quer tudo isso, mas ele quer muitas outras coisas também e ainda não entendeu o que quer com mais intensidade.

Talvez ele descubra logo, talvez demore muito tempo, mas eu decidi não ficar pra esperar.

 

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
contatinho
Crush e Contatinho

No mundo dos relacionamentos muita coisa continua igual, mas outras mudaram muito. Namoro, por exemplo, é algo quase em extinção,...

Fechar