Se você quiser pode ler o texto ouvindo: Begin Again

 

Dizem que amar é feito andar de ônibus. Vez ou outra a gente precisa tomar uns solavancos para não dormir o percurso inteiro e perder a beleza da paisagem.

Pensando assim eu diria então que a paixão é um caminho inteiro de trilhas íngremes e perigosas. A adrenalina não passa.

Se apaixonar é estar com o coração na boca a todo instante ao imaginar o próximo encontro, a próxima mensagem ou o próximo olhar.

É tremer o corpo só em saber da presença, é quando até o sorriso da pessoa te faz esquecer o final da frase que estava falando.

É uma expectativa eterna para o primeiro beijo, o primeiro toque, a primeira vez.

Se apaixonar é se tornar a mais corajosa das pessoas e a mais covarde também.

É conseguir falar para centenas de pessoas e mal sustentar o olhar ao cumprimentar quem te desperta essa paixão.

É acordar se sentindo diferente e não saber explicar bem o motivo.

É manter um sorriso idiota nos lábios quando lembra da pessoa.

Se apaixonar é um presente.

Dá vontade de agradecer por todas as sensações deliciosas.

E mesmo quando essa paixão não se concretiza, quando é platônica, impossível, improvável… de qualquer forma é muito bom poder sentir tudo isso.

É feliz quem sabe viver esse momento sem se preocupar ou planejar muito.

É sábio quem entende que a alma se renova e o coração pulsa mais forte com a paixão e que tudo isso já é motivo suficiente para estar feliz e recomeçar.

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
post app
Aplicativos de paquera – Parte II

No último post escrevi sobre os aplicativos de paquera, mas me pediram para falar de forma mais detalhada sobre o...

Fechar