Se você quiser pode ler o texto ouvindo: Sam Smith

 

Você vive dizendo que pensa em mim

Que repara quando mudo o cabelo e ainda diz como prefere

Curte todas as minhas fotos e manda mensagem comentando

Diz que gosta do meu jeito mesmo sem me conhecer muito bem

Elogia a minha roupa, o meu perfume…

Presta atenção em tudo o que falo e lembra os detalhes depois

Fala que sente vontade de me ver, que sente falta dos nossos papos…

Confesso que tudo isso me perturba um pouco

Chego bem perto de acreditar e então olho pra você e digo:

“Para de mentir”

Você sorri e me diz:

“Para de não acreditar”

O problema é que eu quero muito acreditar, mas você chegou depois que o meu estoque de confiança passou por muitos desfalques.

Já ouvi palavras e promessas bem parecidas com as suas e que não passaram de ilusões

Mas devo admitir que das outras vezes nenhum olhar me abalou tanto quanto o seu

Nenhuma mentira veio acompanhada de um sorriso leve como o seu

Ninguém me enganou com esse tom de voz que você tem

Eu nunca tive tanta vontade que tudo fosse verdade como tenho agora

Você segue tentando me fazer acreditar

E eu sigo tentando não me encantar com as suas mentiras sinceras… e desejando que elas sejam verdades

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
borboletas
Sobre a paixão

Se você quiser pode ler o texto ouvindo: Begin Again   Dizem que amar é feito andar de ônibus. Vez...

Fechar