Já ouvi falar algumas vezes que os contos de fadas infantis estragaram os relacionamentos atuais. Dizem que a culpa da idealização do príncipe encantado é das historinhas “inofensivas” que sempre tinham um final feliz perfeito, com um homem perfeito e uma princesa perfeita.

Não vou discutir as fábulas aqui, mas quero questionar o seguinte: será que não continuamos alimentando e acreditando nos contos de fadas atuais? Só que nesse caso a fada é o Instagram mesmo. Já repararam que lá também é uma comunidade de casais perfeitos e vidas perfeitas?

Vocês conhecem algum casal que posta rotina cansativa e cama bagunçada?

Eu não conheço, mas gostaria. O que vejo são casais perfeitos, em lugares perfeitos e com legendas perfeitas. As vezes até me surpreendo que o post cheio de amor em uma semana, na outra passa a ser um card com indiretas sobre recomeços, sinal clássico que o romance terminou.

Não estou culpando esses casais, muito menos os posts. Sinceramente, postaria também e escolheria legendas tão lindas quanto as que leio. O que não quero para mim (nem para vocês) é acreditar que existem esses romances irretocáveis de comercial de dia dos namorados e que a minha vida é uma merda.

Outro dia um cara me disse que o relacionamento dele ia de mal a pior e eu questionei dizendo que vi a mulher dele postar uma foto romântica dos dois e então ele me perguntou: você acredita em todas essas fotos perfeitas do Instagram?

Não. Eu não acredito, mas de tanto que vejo as vezes tendo a achar que é verdade. É claro que existem casais felizes, gente! E que bom que existem. Mas até esses casais tem seus momentos de perrengues, indiferenças, de dias sem transar, de encrenca com as sogras e muitas outras coisas que incidem na rotina.

O instagram parece tão perfeito quanto os contos de fadas. De vez em quando fico passeando pelo feed e vendo o quanto estou longe daquilo tudo. Não to viajando nem para a cidade do interior mais próxima, enquanto a maioria das pessoas que sigo vai de Nova York a Bangladesh nos feriados. Eu nunca fui uma mulher como aquelas que postam na academia todos os dias às cinco da manhã. Nunca fui uma mulher daquelas que postam que dominam a arte de cozinhar e faz pratos maravilhosos, nem nunca fui uma daquelas que postam copos de bebidas mostrando que são ótimas companhias na mesa do bar. Tem mulher que parece ter sempre a pose certa, o ângulo certo, a luz certa, o papo certo e a roupa certa. Vejo que também nunca fui dessas.

E quer saber? Tá tudo bem não ser nada disso. Tá tudo bem não ter uma vida “perfeita” para compartilhar nas redes sociais. Claro que ninguém vai postar briga ou cara chateada, mas a vida real não é feia, gente! Não precisamos de fotos perfeitas todo o tempo, nem de legendas espiritualizadas todos os dias. To numa fase que quero muito mais ver vidas e casais comuns, cabelos despenteados, vento na cara e sentimentos reais, seja aqui ou em Paris.

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
condições
Condições

Ele não faz meu tipo. Ela fala muito alto. Ele não tem carro. Ela não tem seios grandes. Ele não sabe se vestir. Ela é...

Fechar