Em outubro de 2013 a Exame publicou uma excelente matéria da repórter Ana Luiza Leal, enfocando as mudanças do consumidor.

O quarto ranking EXAME/IBRC de Atendimento ao Cliente revela que, pela primeira vez, a nota geral das empresas caiu. Realizado pelo Instituto Brasileiro de Relacionamento com o Cliente (IBRC), trata-se da mais importante pesquisa sobre qualidade de atendimento feita no país.
São destacadas as empresas que tiveram os piores e melhores desempenhos no atendimento ao cliente.

“Essa mudança no comportamento do consumidor foi acelerada pela expansão maciça de redes sociais como o Facebook — onde uma opinião negativa pode se multiplicar entre dezenas ou centenas de amigos virtuais — e coincidiu com um momento de frea¬da na economia”, informa a reportagem.

Há muitos anos eu realizo treinamentos para os profissionais do varejo e tenho percebido que são poucas as empresas que efetivamente valorizam os atendentes, vendedores, caixas, estoquistas e demais funcionários que atuam em suas lojas.

Por outro lado, as empresas que têm o atendimento ao cliente como um diferencial competitivo, estão crescendo cada vez mais e conquistando novos consumidores.

Sugiro que você leia esta reportagem na íntegra, disponível na internet o-consumidor-tambem-acordou e procure debater com a sua Equipe de Atendimento. Utilize-a, também, para aperfeiçoar as suas habilidades e competências ou realizar estudos sobre este importante assunto.

Fique atento, porque a tendência é que o cliente seja mais exigente e prefira as empresas que prezam pela qualidade na prática e não apenas no discurso.

Share This
Leia o post anterior:
Guapo Recursos Humanos: vagas de emprego

A GUAPO seleciona para empresa nacional do segmento de Distribuição de Peças de Veículos Pesados: 1) VENDEDOR Local de trabalho:...

Fechar