Figura mitológica representando a constelação grega do Centauro. Desenho de Diogo Silva - 14 anos. Blog O Guardador de Estrelas.

Figura mitológica representando a constelação de origem grega do Centauro. Desenho de Diogo Silva (14 anos). Blog O Guardador de Estrelas.

Olá, amigos!

Na mitologia grega há seres que da cintura para cima são como humanos, e da cintura para baixo são como cavalos. Esses seres imaginários simbolizavam para os gregos o ideal de força e de agilidade dos cavalos, somadas à inteligência humana. Afinal, os cavalos representaram a velocidade máxima que nossos ancestrais podiam alcançar durante toda a história anterior à invenção dos motores mecânicos, que originaram a revolução industrial.

Estes seres eram considerados brutos e violentos (guerra), mas entre eles havia um que se diferenciava por sua sabedoria e benevolência, seu nome era Chiron, o centauro imortal.

Um dia, ferido acidentalmente por Hércules, Chiron suplicou aos deuses que o deixassem morrer, para não sofrer eternamente. Zeus, o maior dos deuses do Olimpo, atendeu ao pedido de Chiron e o tornou uma constelação austral, cuja estrela alfa se chama Rigil Kentaurus.

Rigil Kentaurus é a estrela principal de um sistema estelar composto por três estrelas que orbitam o mesmo centro gravitacional, mas observadas a olho nu se parecem uma única estrela. Em casos assim, cada uma das estrelas leva o nome do sistema ao qual pertence, seguido de uma letra para diferenciá-las entre si, ou seja, o sistema Alfa Centauro é composto pelas estrelas Alfa Centauri A, Alfa Centauri B e Alfa Centauri C (Centauri é a forma genitiva de Centauro).

Procure não esquecer do nome Alfa Centauro, pois é o sistema estelar mais próximo do nosso, ou seja, na imensidão do universo observável, são nossas vizinhas mais próximas, a cerca de 4,2 anos luz de distância.

A constelação do Centauro envolve a famosa constelação do Cruzeiro do Sul (Crux), e como vimos, embora o sistema Alfa Centauri seja formado por três estrelas, a olho nu nos parecem apenas uma, cuja magnitude aparente é de 0,010.

Alfa Centauro é uma das quatro estrelas de maior magnitude aparente do céu.

A Beta Centauri se chama Hadar, e também é uma estrela de primeira magnitude aparente (0,610). Ambas as estrelas são observadas próximas uma da outra, perfazendo uma linda configuração no céu, acompanhando o Cruzeiro do Sul. Popularmente são conhecidas como as Guardiãs, pois parecem guardar a Cruz (nome oficial do Cruzeiro do Sul: Crux).

Desenho mitológico da constelação do Centauro. www.stellarium.org. Blog O Guardador de Estrelas.

Desenho mitológico da constelação do Centauro. www.stellarium.org. Blog O Guardador de Estrelas.

No desenho mitológico das constelações, Chiron, o centauro, é representado caçando o Lobo (Lupus), para oferecê-lo em sacrifício aos deuses no Altar (constelação de Ara).

Tanto o Cruzeiro do Sul como o Centauro estão dentro da mancha branca que vemos atravessando o céu em noites de boa visibilidade, e que os gregos chamavam de Via Láctea.

Apesar de ser uma constelação típica do outono e inverno, neste início de primavera você ainda pode identificar sua estrela alfa no início da noite, como o astro mais evidente na região sudoeste do céu. Experimente!

E aquele abraço.

 

Share This
Leia o post anterior:
Sol em 12 de outubro de 2014. AIA / SDO / NASA. Blog O Guardador de Estrelas.
Estrelando: o Sol! 12 de outubro de 2014

O Sol, hoje. Naquele momento os discípulos chegaram a Jesus e perguntaram: "Quem é o maior no Reino dos Céus?...

Fechar