Alunos e professores da unidade Nobel do Colégio Sartre COC, de Salvador, assistem palestra de astronomia no Planetário, em Feira de Santana

Turmas do sexto ano do Sartre visitam o planetário do Museu Parque do Saber, em Feira de Santana. Blog O Guardador de Estrelas.

Olá, amigos!

Observar as estrelas, a Lua e os planetas, costuma ser uma experiência inesquecível na infância, são momentos que guardamos para toda nossa vida. Pessoalmente, me lembro com muitos detalhes do dia em que aconteceu um eclipse solar parcial, no início de 1980, quando eu tinha cerca de seis anos e morava com meus pais no sudoeste do Paraná, e, também, da primeira vez que um colega de escotismo me mostrou o Cruzeiro do Sul, enquanto cumpríamos turno de guarda em um acampamento, à margem do Rio Iguaçu. Essas experiências foram em outro século, em outro milênio – risos, mas ainda posso lembrar da sensação estranha de ver a luz do Sol se tornando uma penumbra castanha, ou do som dos insetos na mata, da corrente do rio seguindo seu curso, e o cintilar das estrelas clareando a noite enquanto velávamos o sono dos companheiros.

E, se mostrar o céu para uma criança já é legal, imagine mostrar o céu para uma centena delas! Neste dia 13 de maio, dia em que o Brasil comemora a abolição da escravatura, tive o prazer de mais uma vez me reunir com alunos e educadores do Colégio Sartre COC, da unidade Nobel, de Salvador, para ministrar duas sessões no planetário do Museu Parque do Saber, em Feira de Santana, e uma observação ao ar livre à noite, no pomar do Hotel Fazenda Mirage, em Amélia Rodrigues, onde a turma estava hospedada. O passeio já acontece há alguns anos, como parte de uma programação pedagógica rica em ações transversais, que contribuem e valorizam o conteúdo estudado em sala de aula. E entre estas ações, está a prática da astronomia.

Com os recursos do planetário ZKP 4, do Museu Parque do Saber, pilotado por nossa habilidosa planetarista Vanessa, pudemos fazer uma linda viagem ao redor da Terra e para outros planetas do Sistema Solar. Depois, simulamos uma viagem nunca feita pelos seres humanos, para fora da nossa própria galáxia, visualizando suas prováveis características fisionômicas. Vimos galáxias vizinhas, que formam o grupo local de galáxias, e partimos para uma viagem intergaláctica, apreciando a aparência presumível que o universo observável apresentaria, se pudesse ser observado a uma determinada escala. Uau! Foi uma viagem e tanto, e a turma interagiu bastante, com perguntas e observações muito pertinentes, que demonstram seu grande interesse pelo assunto.

Turmas do sexto ano do Sartre, unidade Nobel, visitam o Planetário do Museu Parque do Saber, em Feira de Santana. Blog O Guardador de Estrelas.

Turmas do sexto ano do Sartre, unidade Nobel, visitam o Planetário do Museu Parque do Saber, em Feira de Santana. Blog O Guardador de Estrelas.

Mas isso não foi tudo, pois à noite, após o jantar, fizemos uma caminhada pelo belo, aromático e delicioso pomar da fazenda Mirage, até o local de nossa observação ao ar livre, e apesar da época de chuvas, o tempo colaborou e pudemos ver diversas estrelas e constelações no céu, como Arcturus, da constelação do Boiadeiro, que é uma estrela com características parecidas com o Sol, ou o Cruzeiro do Sul, acompanhado das estrelas Alfa e Beta Centauri, e as constelações do Leão, da Virgem, da Libra e do Escorpião, onde vimos Saturno, além de Júpiter, que aparecia entre nuvens, em Câncer.

Com as condições de boa visibilidade, pudemos ver o domo luminoso formado na atmosfera sobre as cidades de Salvador, a cerca de 90km de distância, e de Feira de Santana, mais próxima. Isso ilustrou muito bem a resposta para uma das perguntas feitas durante a tarde, sobre o por que de na cidade não vermos tantas estrelas no céu? Ali estava, claramente, a resposta: devido à poluição luminosa da atmosfera sobre os centros urbanos, que impede uma boa visibilidade. Mais cedo, no hotel, também pude mostrar o planeta Vênus para muita gente, quando este ainda estava sobre o horizonte.

Astronomia ao ar livre no pomar do Hotel Fazenda Mirage, em Amélia Rodrigues. Blog O Guardador de Estrelas.

Após o jantar as turmas fizeram uma caminhada pelo pomar do Hotel Fazenda Mirage, até o local da observação do céu. As crianças foram muito companheiras e participativas, e a noite foi coroada com uma alegre balada na discoteca do Hotel. Blog O Guardador de Estrelas.

Fiquei feliz ao reencontrar diversos alunos veteranos de palestras passadas, que conheci em anos anteriores, às vezes em outras escolas, e também pelo interesse que as turmas demonstraram pelo assunto. Entusiasmo à parte, muitos vieram conversar comigo sobre quais eram as melhores dicas para quem quer se tornar um astrônomo, ou mesmo um astronauta. E uma das coisas que me veio à mente de sugerir, foi o que a mãe do astronauta brasileiro, Marcos Pontes, disse a ele quando ele ainda era um menino que sonhava ser piloto de avião:

– Estude bastante, e faça sempre mais do que os outros esperam de você. E então você conseguirá alcançar seus objetivos.

As palavras da mãe do astronauta,  Dona Zuleika Pontes, pessoa humilde, mas muito sábia, talvez não tenham sido bem estas, mas a mensagem sim. Está lá, em um dos livros que Marcos Pontes escreveu. E lembrei também aos interessados que, embora astrônomos e astronautas possam ser muito diferentes entre si, todos possuem o hábito da leitura, e que isso é um importante requisito. E acho que os que me ouviam se deram satisfeitos pela dica, pois isto é um grande passo, que está ao alcance de qualquer um.

Enfim, foi uma experiência muito legal e preenchedora, onde aprendi muitas coisas.

Um forte abraço para a competente e atenciosa Equipe de Eventos do Sartre, para a direção, coordenação e para a equipe de professores Sartre COC. Aquele abraço também para a equipe do Hotel Fazenda Mirage, e a todos que contribuíram para o sucesso do evento. Nosso agradecimento às famílias, e em especial às crianças, que representam nosso melhor investimento na construção de uma sociedade melhor. A educação liberta!

Abraço a todos.

 

Share This
Leia o post anterior:
Palestra concertante Música e Astronomia na abertura do XX Festival de Música Instrumental da Bahia, no Museu Náutico da Bahia. Foto: Zélia Uchoa. Blog O Guardador de Estrelas.
Noite de música e astronomia na abertura do XX Festival de Música Instrumental da Bahia

Palestra concertante de Música e Astronomia no Museu Náutico da Bahia Olá, amigos! A abertura do XX Festival Instrumental da...

Fechar