Na década de 70 a cachaça da marca Saborosa tornou-se uma das mais apreciadas pelos baianos, cachaça de apelo popular, inicialmente, mas que tinha a pretensão de conquistar o nicho da classe media e nesse propósito enxergou no Carnaval de Salvador uma oportunidade. Jacaré era a marca concorrente e ela patrocinava um Trio Elétrico, construido no formato do bicho, há quem diga que foi um dos projetos pioneiros de design para o equipamento.

Enquanto as campanhas de publicidade, criadas pela DM9, exploravam o conceito “a única que não dá ressaca”, em toda a comunicação, o Trio Elétrico da Saborosa divertia os baianos e chamava a atenção da mídia com o seu formato inusitado de uma garrafa deitada, com muitas luzes piscando e cornetas em volta para expandir o som. Foram várias as versões do Trio Elétrico Saborosa, e diversas as bandas contratadas, mas sempre destacando a garrafa deitada como referência.

As fotos que ilustram este post são de 1978 e 1979, nos trechos da Avenida Sete e Praça Castro Alves, com os foliões em volta exibindo as então tradicionais mortalhas, figurinos por excelência do Carnaval de Salvador naquele tempo.

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
Bule Bule e a propaganda baiana

  A propaganda baiana descobriu Bule Bule em inícios da década de 80 e contribuiu para popularizar o seu nome...

Fechar