Leitoras e Leitores,

Recentemente concedi uma entrevista para o jornalista Pedro Hijo. Ele tem um Blog/Site muito legal sobre comportamento, qualidade de vida e hábitos saudáveis. Como jornalista, Pedro já esteve à frente de uma revista (onde me entrevistou também), se envolveu também com redes sociais, onde ganhou notoriedade ganhando prêmios e seguidores (vocês podem conferir mais sobre a trajetória dele neste link aqui ou nesta página aqui).

Em julho do ano passado ele lançou seu Blog www.pedrohijo.com, onde busca mostrar quais são os caminhos que está trilhando para viver uma vida mais saudável, sustentável e sem tantas neuras com o físico. O que importa é fazer o bem e se sentir bem.
Pedro Hijo e eu em "entrevista recíproca".

Pedro Hijo e eu em “entrevista recíproca”.

Minha entrevista para o Blog dele: http://www.pedrohijo.com/2017/03/video-5-dicas-para-quem-quer-comecar.html
Pedro e eu temos uma forma de pensar muito parecida e hoje tenho a felicidade de trazê-lo para o Blog Um Estilo de Vida, leiam como foi o nosso bate papo:
Blog Um Estilo de Vida: Pedro você defende que as pessoas parem de se preocupar tanto com o corpo e passem a se importar mais com sua saúde física e mental. Queria que falasse sobre isso.
 
Pedro Hijo: Eu incentivo bastante para que as pessoas escolham maneiras mais saudáveis de levar a vida. Seja escolhendo produtos com maior valor nutricional para colocar na geladeira, seja se comportando de um jeito mais bondoso e flexível com as outras pessoas. Eu acho que cuidar das nossas saúdes física e mental é o primeiro passo para que nos tornemos pessoas cada vez mais aptas a construir ambientes mais harmoniosos.
 
Blog Um Estilo de Vida: Você faz receitas maravilhosas em seu blog, com produtos naturais, orgânicos, porém nem sempre são receitas pouco calóricas. Isso é comer com culpa ou sem culpa?
 
Pedro Hijo: Cada pessoa tem suas necessidades e, por isso, é importante que cada um busque acompanhamento de um profissional para que ele possa auxiliar na alimentação e na busca destes objetivos. Mas, no geral, o que eu acredito é na alimentação saudável, fresca e mais in natura possível. Creio que há uma espécie de consenso de que os alimentos industrializados ultra processados são mais práticos e, talvez por isso, muita gente acabe optando por incluir em sua dieta itens ricos em açúcar refinado e com qualidade nutricional mínima. Macarrão instantâneo, refrigerantes, biscoitos e salgadinhos de pacotinho, por exemplo, são alimentos muito nocivos se forem consumidos com regularidade. No entanto, cientes disso, acho que não devemos ligar o sentimento de culpa à alimentação. Nos sentimos bem ao comer um bolo de chocolate ou um salgado frito, por exemplo, e acho que essa satisfação não deve ser reprimida. O que eu faço é equilibrar a minha alimentação, adaptar receitas quando possível e estar consciente das minhas escolhas. 
 
Blog Um Estilo de Vida: Você gosta de praticar atividade física, mas não se preocupa com a estética corporal, isto é, ficar malhado, com barriga tanquinho, há contradição nisso?
 
Pedro Hijo: Eu me preocupo com a estética, sim. Faço parte de uma sociedade que valoriza a forma física e não estou alheio a isso. Mas aprendo a cada dia a valorizar o meu corpo do jeito que ele é, a amar as minhas formas e a perceber que a minha melhor forma física é consequência de uma vida cada vez mais saudável. A minha maior satisfação não é necessariamente olhar para o espelho e ver um corpo trincado, mas ver o corpo de alguém satisfeito com sua vida, suas conquistas.
Pedro Hijo e seu sorrisão.

Pedro Hijo e seu sorrisão.

Blog Um Estilo de Vida: Eu percebo que há um direcionamento das publicidades e de parte da mídia para que as pessoas almejem ser malhadas, como você vê isso?
 
Pedro Hijo: Há sim e não é de hoje. Isso pode realmente ser nocivo e fazer muita gente acreditar que o sucesso é consequência de um corpo atlético. Mas acho que estamos passando por um processo de mudança muito positivo. Vejo que há um aumento do número de pessoas que colocam em xeque essa busca pelo corpo perfeito, têm orgulho de suas formas e não caem mais no papo de que o nosso corpo determina o que podemos ou não fazer. As marcas têm percebido isso e se reposicionado para acompanhar o mercado. Eu vejo isso com muita atenção e entusiasmo.
 
Blog Um Estilo de Vida: Como podemos fazer melhores escolhas nas nossas compras diariamente?
 
Pedro Hijo: É preciso entender que cada vez que compramos um produto estamos nos posicionando politicamente. Ao escolher uma marca que não é honesta, que utiliza mão de obra escrava, que usa o marketing e a publicidade para enganar, estamos compactuando com aquela filosofia. Ler o rótulo de um produto com atenção pode ser um bom passo para quem não quer ser enganado pelas empresas. Os itens aparecem em ordem decrescente de uso, então, ao ler o rótulo, as chances de você comer uma barrinha de cereal cheia de açúcar achando que está sendo fit são pequenas. Outra dica, é passar a comprar em feiras e estimular a economia local, evitar comprar produtos importados quando os mesmos produtos podem ser encontrados em versões nacionais (ou regionais), privilegiar marcas que usam o mínimo de embalagem possível, gerando menos lixo, e saber se aquela empresa respeita as leis trabalhistas. É preciso se informar antes de sair para as compras, o que dá um trabalhinho, mas assim nos tornamos consumidores cada vez mais atentos e agentes de uma transformação muito importante. 
 
Blog Um Estilo de Vida: Que recado você deixa para nossos leitores?
 
Pedro Hijo: Gostaria de agradecer o convite, dizer que sou fã do blog e da filosofia de que o esporte pode nos empoderar e nos tornar sujeitos mais ativos. Compartilho desse pensamento e o endosso. Para quem está lendo, gostaria de agradecer pela atenção e dizer que o meu blog está aberto para mais reflexões e dicas práticas de como levar a vida de um jeito mais leve. 
Pedro é também um excelente cozinheiro! Vejam as receitas filmadas que ele posta no Blog e no Instagram (@pedro.hijo)
É isso!

Pin It on Pinterest

Share This
Leia o post anterior:
Quando hábitos saudáveis contribuem para a sua cidade

Leitoras e Leitores, O estilo de vida que uma pessoa escolhe para si não influencia apenas a sua saúde. Utilizar...

Fechar